Quantas vezes posso recarregar meu toner?

Quantas vezes posso recarregar meu toner?

Essa pergunta nos é feita com bastante frequência.

Bem, a resposta não é complicada, mas também não pode ser um simples número.

Vamos entender.

O primeiro passo é entendermos que todo cartucho de toner foi feito pra ser descartável e não durável.
O cartucho é feito de um corpo plástico, contendo peças móveis de plástico, lâminas de metal e/ou silicone e parafusos, entre outros.

Então na verdade a quantidade de recarga fica limitada pelo estado das peças que não são substituíveis.  Por exemplo, o corpo do toner de plástico do cartucho não é substituível, logo se ele tiver rachaduras, pinos, travas ou engrenagens quebradas, ou ainda, se o furo onde vai algum parafuso desgastar, ele não poderá ser recarregado.

Algumas empresas tentam colar, emendar, engatilhar, nós particularmente preferimos não fazê-lo, pois quando a impressora estiver trabalhando ela receberá calor (o que pode fazer com que algo colado se solte) e também estará sendo movimentado com bastante força, o que pode acarretar num vazamento de toner e suje toda impressora, daí o prejuízo será  muito maior do que simplesmente uma impressão ruim.

Algumas peças são substituíveis (como engrenagens, por exemplo) mas nem sempre estão disponíveis no mercado para reposição.

Já as lâminas, cilindros, rolos magnéticos e algumas outras partes internas tem um boa disponibilidade no mercado e substituímos sempre que é necessário.

Resumindo, não é possível afirmar um único número para a resposta, mas sim afirmar que se o seu cartucho (original ou compatível) for manuseado de forma correta (por você e por quem carrega) ele durará várias e várias recargas.  Nós temos cartuchos de nosso uso dos quais já perdemos as contas de quantas recargas já tiveram!

 

 

 

 

E vale lembrar: quer recarregar seu toner?  Então #vemprabug!

Venha logo e ganhe desconto no primeiro pedido e pague com cartão!