Entenda como os relógios inteligentes podem entregar sua senha do banco

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Binghamton, nos Estados Unidos, mostra que os relógios inteligentes podem ser usados para fornecer senhas usadas em caixas de autoatendimento. De acordo com os pesquisadores, a culpa é dos sensores de movimento embutidos nos dispositivos portáteis, como rastreadores de atividades e relógios inteligentes.

Entre os dados registrados por esse tipo de equipamento estão as informações de movimentos da mão do usuário. Usadas por pessoas mal intencionadas, essas informações podem permitir que criminosos “reproduzam a trajetória de mão do usuário e recuperem entradas de chaves secretas”, diz a pesquisa.

Para mostrar que a hipótese era possível, os pesquisadores usaram um algoritmo que se provou capaz de decifrar senhas com uma taxa de sucesso de 80 por cento. Segundo eles, criminosos podem infectar os relógios inteligentes com malwares ou interceptar a conexão Bluetooth com o smartphone para conseguirem acessar o dispositivo.

Via TheNextWeb